Área restrita para imobiliárias

login

Notícias

Dá para comprar um imóvel durante a quarentena?

  • Heloiza Vieira
  • 29 de mai. de 2020
Dá para comprar um imóvel durante a quarentena?

Em tempos de distanciamento social, ferramentas digitais aproximam corretores, imobiliárias, compradores e vendedores

A quarentena e distanciamento social não paralisaram o setor da construção civil e imobiliário, em Umuarama. As obras seguem a todo vapor e a procura pela compra, venda e financiamento continuam com o auxílio crescente das plataformas digitais.

Para o corretor Sidnei Guimarães, da Canguru Corretora e Imobiliária o mercado está respondendo de forma muito mais suave ao momento econômico. "Com essa baixa na taxa de juros, a procura continua a mesma. Além disso, é possível encontrar condições atrativas em financiamento, melhores preços e condições de pagamento", explica. 

Apesar das boas condições que o segmento proporciona, comprometer uma fatia considerável da renda familiar no longo prazo exige planejamento. "Nesse momento, é preciso calcular se as parcelas de um financiamento cabem no orçamento e principalmente: os riscos como um corte de salário ou a possibilidade de ficar desempregado".

Construtor e imobiliarista, Ronie Perini concorda: “adquirir um imóvel hoje, vai depender muito do poder aquisitivo da pessoa, se ela tem uma reserva financeira para o investimento e estabilidade de emprego”.

Mas, como comprar um imóvel durante a quarentena?

Mesmo em tempos de distanciamento social é importante pesquisar. Na impossibilidade de um contato pessoal mais intenso, as plataformas digitais aproximam cada vez mais os compradores do sonho da casa própria.

“O primeiro passo é procurar por um corretor ou imobiliária que são agentes especializados para um negócio seguro e vantajoso. Pelo conhecimento técnico, o corretor pode auxiliar, desde a escolha da localização e tipo de imóvel, até no trâmite burocrático”, explica Sidnei.

E em tempos de distanciamento social, essa relação corretor-cliente ficou ainda mais próxima. “Com o apoio das redes sociais e aplicativos como o WhatsApp, a gente continua em contato com os clientes, facilitando processos e fechando ótimos negócios”, finaliza.

Buscar

Faça uma pesquisa mais detalhada neste campo de pesquisa abaixo!